quarta-feira, 23 de maio de 2012

Que vergonha blogueira!Titia Shame tinha razão e eu também!



Gente hoje lendo a revista "Galileu" me realizei, como ser racional mesmo  sabe?De sacar realmente as coisas antes...
Umas pessoas, tolinhas, podem até ter me xingado quando critiquei a "rainha das blogueiras fashion" de moda aqui no blog, mas hoje vi  quão coberta de razão eu estou.Foi publicada na ed. 251, a matéria intitulada" Há algo de podre no reino dos blogs de moda e beleza" onde é feito um raio-x da jabazeira que rola, para que sejam publicados os "looks do dia", que nada mais são que anúncios travestidos de postagens ingênuas e inocentes.
E a tônica da reportagem, pra início de conversa é:"cheias de audiência no site e de  dinheiro no bolso, blogueiras se tornaram um canal de comunicação fundamental no mundo fashion, mas muitas chegaram lá enganando suas leitoras com publicidade disfarçada."
Eu levantei a lebre a respeito do blog da Thássia onde um "look do dia" pode chegar a R$3.000,00, R$ 5.000,00, digo a respeito do custo das roupas mostradas, considerando o "look" todo.Mas isso não é só no blog dela é em todos. Quer dizer, ganha-se uma nota preta pra fazer uma postagem induzindo as leitoras a usarem a marca "X" ou "Y", quando na verdade é publicidade pura.Acho vergonhoso esse tipo de publicidade num país onde o salário mínimo é de R$ 622,00. Milhares de garotas estourando o cartão de crédito para ter um "look" parecido.Aliás, a minha postagem inteira tá aqui:
http://criticanata.blogspot.com.br/?zx=81b0144f67b9958c
No fim consta um rol intitulado "QUE VERGONHA, BLOGUEIRA"ou "Shame on you, blogueira",

"EXEMPLOS DE PUBLICIDADE DISFARÇADA QUE ROLA NOS BLOGS:
- VOLÚVEL - uma blogueira escreve no Twitter sobre a promoção de um fabricante de fogões:"Ai se um da eu for mãe e ganhar cozinha de presente. Pelo amor, hein?". No dia seguinte, post sobre a mesma campanha, indicando apenas discretamente que é uma propaganda.";
- COINCIDÊNCIA - Mais de 10 blogueiras postam o mesmo alerta na mesma semana: como descobrir se a nécessaire de uma determinada marca é falsa ou não. Todas dizem ter comprado o produto original e querem "ajudar as leitoras a fazer essa escolha". Nenhuma assumiu que o texto era pago.;
- BINGO - A blogueira resolve sortear uma maleta de maquiagem que "é o máximo". Para participar, é preciso atender alguns requisitos: cadastrar seu mail no site da loja e comprar algum outro produto da loja por lá. O blog não diz que é anúncio.
- MODA A MOTOR - A blogueira ganha um carro de R$ 90 mil para se tornar "embaixadora" da marca. Em um ano, fez 5 posts elogiando o fabricante. No primeiro, ela avisa que vinculou seu nome à empresa, mas em nenhum diz que é publicidade."


BLOGUEIRAS DE MODA - QUANTO VALE OU É POR QUILO?
Finalmente o preço do "jabá" é revelado:
- uma menção à marca na postagem = R$ 1.300,00
- um publipost - postagem com publicidade = R$ 8.500,00
- espaço para banner, custo mensal = R$ 80.000,00

Esses dados estão na mesma reportagem da Galileu (edição de junho). Logo está claro que é tudo uma enganação, tudo é publicidade, mas que não informa que é publicidade, o que segundo o CDC é crime contra os consumidores. Agora faça as contas. Vão no seu blog predileto e contem quantas postagens tem falando só de marcas ou no twitter (o preço é o mesmo), vejam quantos banners tem espalhado e multipliquem pelos valorezinhos ai acima. Considere ainda que as roupas normalmente vão para as blogueiras gratuitamente...
Eu não faço crítica pela critíca, mas acho paradoxal tudo isso. Leitoras, leiam mais um pouco, se informem para não serem tão facilmente enganadas. Enquanto vocês gastam os olhos da cara pra vestir uma pecinha de marca, tais blogueiras se refestelam em festas, vide casamentos suntuosas de algumas (não preciso citar, mas houve bastante casamentos esse ano) cuja renda vem desses blogs que enganam tão descaradamente as seguidoras.
Vamos acordar pra cuspir gente!!!
PS: Eu adoro a Shame, mulher (ou homem) corajosa essa!

Ah, se alguém quiser me contratar pra fazer uma contrapropaganda tô a disposição viu???
 mail: criticanata@gmail.com
(ahahaha! continuo aguardando os terroristas ou algum maluco que pense igual!)

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Tb <3. Eu nem ligo se só tem UM comentário porque esse UM pra mim, vale por MIL.
      Bj!

      Excluir
  2. Olá!
    Concordo em diversos aspectos contigo, principalmente com o fato de blogueiras realizarem publicidade e etc.
    Mas devo dizer que se a pessoa que lê tais blogs (sim, eu leio e gosto) tivesse o mínimo de bom senso, se a pessoa tiver senso crítico, não vai sair comprando algo em 2345678 vezes no cartão sem poder. Se compra, é porque é idiota!
    Afinal, a mídia impõe tantas coisas, tantas enganações, cabe ao indivíduu aceitá-las, ou não, não é mesmo?
    Tenho 22 anos e realmente gosto muito do assunto "moda", que infelizmente sempre vem seguido de muita futilidade; porém, tenho a plena consciência do que eu POSSO bancar e comprar ou não...
    COM CERTEZA, se eu tivesse o dinheiro que essas meninas têm, eu preferiria ajudar as pessoas que precisam, mas não sabemos se elas fazem isso ou não, fica chato julgar e apontar... Eu seui que a família da Lalá Rudge tem uma instituição de caridade e eles que bancam; mas enfim... rs
    Acho que cada um tem o direito de criticar o que quer, assim como você o faz, mas as vezes é bom olhar pro próprio umbigo, você ajuda quem precisa?... Você também tem um blog, e ai?... Você também não gostaria que alguém te pagasse para você escrever suas críticas? Afinal, alguém estaria pagando para você fazer o que gosta.
    ;)

    ResponderExcluir
  3. Grande post! Deveria ser mais divulgado. Até quando essa enganação, Brasil?

    ResponderExcluir
  4. http://veja.abril.com.br/noticia/economia/conar-investiga-blogueiras-por-mensalao-da-moda

    ResponderExcluir
  5. Pessoinhas!
    Estou desativando a moderação de comentários.

    ResponderExcluir
  6. Quero agradecer a todos que comentam. Minha intenção não é a crítica pela crítica, mas gostaria que as pessoas ao mínimo fossem informadas que se trata de um "publipost" concordam? Não ser direcionado para algo já elaborado pela empresa como se fosse a opinião da blogueira.
    E respondendo ao comentário eu não tenho telhado de vidro, eu ajudo sim na medida das minhas disponibilidades. Evidente que não tenho dinheiro, nem patrocínio mas que devemos pensar que qualquer tipo ajuda para quem precisa já é uma esperança.
    Se cada blogueira abraçasse uma causa, como o "doa desconto" ou algo parecido já seria de grande ajuda.
    Mas claro que elas não pensam dessa forma...
    Mais uma vez obrigada pelas manifestações, contrárias ou a favor o importante é que as pessoas desenvolvam seu senso crítico.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  7. Acho estranho essa sua insistência em falar sobre os blogs de moda. Já se perguntou porque este tema lhe incomoda tanto?

    ResponderExcluir
  8. Sensacional! Eu acompanho esses blogs e teo filtrar o máximo possível esse tipo de informação. É cada absurdo que a gente acaba encontrando... Blogueira usando roupa bizarra e dizendo que amou, comentários questionando aquilo e nenhuma resposta... Um absurdo. Parabéns pelos textos. Muito esclarecedores mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Até que enfim pessoas que usam o cérebro. como vc e a minha querida shame ta difícil hj em dia. as meninas estão cada vez mais consumistas por causa desses blogs porcarientos que nada agregam. fora o fato do jaba que é triste e realidade. estao chamando as leitoras de idiotas na cara larga

    ResponderExcluir

Sucesso